sábado, março 10, 2007

Duas de [cine]

Leonardo Cruz, da Folha de S. Paulo, informa que dois importantes nomes do cinema brasileiro começam a trabalhar nos próximos meses uma versão cinematográfica de um dos mais cultuados contos de Edgar Allan Poe, “O Homem da Multidão”.

Marcelo Gomes, de “Cinema, Aspirinas e Urubus”, e Cao Guimarães, de “Acidente” se reúnem para dar forma ao roteiro que transportará para uma cidade brasileira a trama originalmente situada em Londres. O encontro entre os dois acontecerá em Berlim, onde Gomes passará seis meses em um programa de intercâmbio acadêmico, a convite do governo alemão.

Para quem não conhece o conto, é a história do narrador que, ao observar a multidão que caminha pelas ruas de Londres, se interessa por um homem em especial e passa a segui-lo em suas andanças pela cidade. Em um texto curto, Allan Poe realizou ao mesmo tempo uma análise sobre os costumes da sociedade londrina em meados do século 19 e um pequeno tratado sobre a solidão humana.

Notícia mais imediata e mais… pop, digamos assim, é a estréria nos Estados Unidos de “300”, adaptação do comic “Os 300 de Esparta”, de Frank Miller, e que tem em um dos papéis principais nosso ator mais internacional, Rodrigo Santoro, na pele do vilão Xerxes.

O diretor é Zack Snyder, conhecido pelos fãs das HQs por levar “Sin City” às telonas. Um jornal de Boston disse que é o primeiro filme obrigatório de 2007. Depois de participações xoxas em produções hollywoodianas, é a primeira vez que Santoro tem um papel de destaque em uma obra de tal dimensão.

No Brasil, a gente ainda vai ter que esperar. O filme só chega aos nossos cinemas em 30 de março. Enquanto isso, quem quiser conferir, esse é o visu que apresenta Santoro, algo que a crítica estadounidense considerou “too gay”.

2 comentários:

Anônimo disse...

ISSO EH QUE CHAMO DE BLING BLING, O CARA TA CHEIO DO OURO!
KIKO

Marcelo disse...

falando de 300, concordo com o comentário do "too gay", porém pelo que vi nos trailers, só o cidadão deformado que está diferente da HQ. No link abaixo está a comparação de Xerxes para quem não viu ainda.
http://thadeu.files.wordpress.com/2006/08/xerxes.jpg