terça-feira, setembro 16, 2008

Cada cor tem o seu cheiro

Fazia tempo que não via um videoclipe maneiro. Hoje por acaso eu vi esse: Bossa Nostra, da Nação Zumbi. Eu tava atrás de um vídeo da música que diz "toalha nova não enxuga". Acho muito boa a frase. E queria mandar pra minha mina que diz que os brasileiros fazem música sobre qualquer coisa. Hehe.

Pelo jeito não existe mas dei de cara com esse, belo trabalho de animação e edição. Além disso a música e a letra são maneiras também. Pra mim videoclipes tem que contar alguma coisa que não está na letra da música. Levar ao espectador uma viagem além da proporcionada pelo som e pelas palavras. Eu acho que aqui temos um bom exemplo. O vídeo é do ano passado mas acho que ninguém se importa de ver um videoclipe bom.

4 comentários:

Nina Guimarães disse...

Ei, este clipe já passou pelo blog. Mais legal do que o fato de ser um bom clipe é o fato de o nosso amigo, o Silva, ter trabalhado neste bom clipe!! Ele que fez as máscaras da galera :-)

gugudadaltda disse...

opa, massa. pois o glauco me passou o link dele faz um tempo e dei uma sacada no site. as máscaras são maneiras mas não aparecem tão bem no clipe com a luz e os efeitos. aliás acho massa a estética que não se parece muito com os outros clipes da banda. bom, foi mal pela dica reptida. tenho que ler mais o blog ;)

O Silva disse...

é nois!

Atom disse...

Amigão, na verdade a letra e o clipe se relacionam na parte em que ele fala sobre a "insustentável leveza de ser". Isto é, o inconformismo com a sua própria aparência. É não aceitar também que todo homem envelhece. É uma síndrome de Michael Jackson. Há um livro sobre este tema.

Flw, salve Nação Zumbi!